Trabalhe em home office, é mais produtivo!

O trabalho convencional, aquele com 8 horas diárias (dependendo do acordo com a empresa) numa mesa de escritório vem sofrendo alterações no mundo todo há bastante tempo.

Desde que a tecnologia, a internet e os smartphones se popularizaram e evoluíram no mundo, é possível trabalhar de casa – home office.

Hoje, o home office é tendência no mundo todo, mas aqui no Brasil ainda está avançando em termos de implementação.

E neste artigo vamos falar sobre a evolução deste sistema de trabalho no mundo e no Brasil, suas vantagens e dicas para realizá-lo de forma eficiente.

Lei 13.467/17 possibilita o home office

A reforma trabalhista em 2017 trouxe com ela alterações na CLT e com isso, a regulamentação do teletrabalho, ou home office como é conhecido.

Através da lei 13.467/17 é possível realizar o home office de maneira legal, trazendo respaldo jurídico para as empresas e funcionários.

A contrapartida é que o teletrabalho – home office – conste no contrato individual de trabalho do funcionário, bem como a especificação das atividades realizadas e dos gastos com aquisição.

A manutenção e/ou fornecimento dos equipamentos tecnológicos e da infraestrutura necessária para a prestação do trabalho remoto também é necessário constar no mesmo contrato.

Home office no Brasil

Uma pesquisa do Ibope Conecta em parceria com a Microsoft, relata que 53% dos brasileiros ainda não fazem home office e 33% dos que fazem o trabalho remoto são de pequenas empresas.

A pesquisa da SAP Consultoria RH, relata que 68% das empresas brasileiras já praticam o home office, é um número expressivo. Mas se a comparação for com os EUA e Canadá, esse número fica aquém, já que nesses dois países 85% das empresas já fazem o teletrabalho.

Home office e suas vantagens

Quantas vezes você já se deu conta do cansaço em sua mesa no trabalho? Ou então preocupado com seu filho adoecido? Quem sabe aquele almoço quentinho feito em casa?

Se você estiver trabalhando em home office é possível. Essas são algumas vantagens de trabalhar em casa.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Família

O home office permite ao trabalhador mais tempo com a família, poder curtir os filhos de perto. Essa proximidade é muito importante para que o profissional desempenhe suas atividades tranquilamente.

Com os horários flexíveis, há a possibilidade de poder se programar para ir a apresentação do filho na escola, ou parar na casa dos pais para um almoço ou simples momentos como levar os filhos no curso de inglês.

Saúde

A saúde é outra preocupação que temos, seja física ou mental. O dia a dia nas corporações requer muito do nosso equilíbrio emocional e mental.

Quem nunca se sentiu esgotado por um dia de reuniões intensas, ou longas e frustradas negociações? Sem falar no trânsito irritante das cidades grandes.

Tudo isso é normal quando você trabalha em um escritório ‘confinado’ e totalmente voltado, somente, para o trabalho.

Liberdade

A sensação de liberdade quando se trabalha home office é ótima e deixa os trabalhadores mais confortáveis em tomar decisões que, talvez, se estivessem no escritório de uma empresa não tomariam.

Além da liberdade, o trabalhador se sente mais independente, sem as obrigatoriedades e formalidades de um dia na corporação.

Alimentação saudável

Muitas vezes não temos tempo de fazer comida e levar para o trabalho depois de um dia cansativo. Por isso, às vezes nos alimentamos de fast food, quentinha ou até não fazemos refeição, dependendo de como o dia está.

Quando se trabalha home office é possível se alimentar melhor, mais regrada, de maneira saudável e ainda conseguir almoçar em família.

Maior produtividade

Trabalhar de casa e poder focar naquelas tarefas que foram solicitadas, mesmo com toda a distração, ou até a atenção à família, ainda assim é mais produtivo que ficar ‘confinado’ na empresa.

A universidade de Stanford realizou um estudo numa amostragem de 250 funcionários numa empresa de telemarketing chinesa.

Desses funcionários, uma parte iria trabalhar 9 meses num regime normal – presença física -, e a outra parte faria home office por 4 dias por semana no mesmo período.

Chegaram a conclusão que os funcionários que realizaram home office desempenharam 13% melhor que os outros trabalhadores presenciais.

Agora falando sobre o Brasil, foi realizada uma pesquisa com 325 empresas e as mesmas relataram que a prática do home office aumentou a produtividade em 54% e também da satisfação e engajamento dos funcionários em 85%.

São ótimos números e que evidenciam a melhora da produtividade de um funcionário quando o mesmo faz home office.

Você também vai gostar de ler:

  1. Márcia Prado disse:

    Sou totalmente à favor do sistema home office, porém, como ficam as promoções, os cargos, a validação do esforço, o gerenciamento, enfim, o velho ditado “quem não é visto, não é lembrado”. A condição de entregas, metas, muito impessoal, não nos torna mais “mecânicos “. Como mostrar criatividade neste ambiente de comunicação virtual?