Por trás dos termos técnicos: descubra os superpoderes do seu scanner!

12/06/2017
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

O scanner é um equipamento de grande utilidade para a realização de diversas atividades, sejam elas de ordem profissional ou pessoal.

A digitalização de documentos é uma forma prática, rápida e segura de preservar informações e imagens contra as ações do tempo e possíveis danos nos materiais impressos.

Aqui na Netscan Digital temos modelos de scanners indicados para os mais diversos tipos de digitalização, porém, existem algumas informações que você precisa considerar antes de escolher o equipamento ideal para as suas necessidades.

Hoje, vamos te explicar o que significa a sigla PPM que aparece nas especificações dos scanners e que está relacionada diretamente à capacidade de produção de cada equipamento. Confira!

jorien-t-79099

O que considerar antes de escolher um scanner?

O scanner é uma solução tecnológica que proporciona diversas vantagens pela junção de funcionalidades que otimizam o tempo e contribuem para a redução do uso de recursos materiais e financeiros que geralmente são empregados nos serviços de escritório.

Os scanners profissionais garantem, entre outras funções, muito mais rapidez e qualidade nas tarefas de digitalização quando comparados aos scanners convencionais, que só operem em modo simplex.

Mas o que é simplex?

Essa é uma especificação que você precisa avaliar com bastante cuidado antes de escolher o seu scanner, pensando sempre no volume de páginas que o equipamento poderá digitalizar por minuto.

Simplex é o tipo de scanner que consegue digitalizar apenas uma face do material impresso por vez. Assim, para digitalizar a frente e o verso da folha, o usuário precisa digitalizar primeiro um lado da folha, esperar a captura da imagem pelo software e repetir o processo para que as informações contidas no outro lado da folha também sejam registradas.

Esse tipo de situação não acontece com o uso dos scanners profissionais, que oferecem alta produtividade por meio da digitalização frente e verso em uma única passada da folha pelo scanner.

Equipamentos com essa característica, classificados como duplex, são indispensáveis para escritórios de advocacia, agências bancárias e instituições de ensino, bem como outros estabelecimentos e tipos de negócios que produzem um grande fluxo de processos registrados em vias impressas.

olu-eletu-38647 (1)

Quando pensamos em qualidade de atendimento e na otimização de serviços de ordem administrativa, o fator “redução de tempo” surge não apenas como um diferencial, mas como uma necessidade para qualquer tipo de empresa, independente de suas metas e objetivos.

Para economizar nos gastos e custos com processos, é preciso diminuir o tempo e os esforços empregados em procedimentos que possam ser realizados com a utilização de recursos tecnológicos práticos e sustentáveis.

Nesse aspecto, o scanner profissional é a escolha certa para quem deseja agilizar a conclusão dos serviços de escritório por meio da conversão do impresso para o formato digital.

Agora, vamos entender o que significa a sigla PPM descrita nas especificações dos scanners e que informa ao consumidor a capacidade de produção de cada modelo.

PPM

PPM significa “Páginas Por Minuto”. Mede a velocidade de produção e especifica a quantidade de páginas que o modelo de scanner consultado pode digitalizar por minuto.

Vimos no primeiro tópico deste artigo que os scanners profissionais são duplex, e por esse motivo, garantem muito mais páginas digitalizadas por minuto, considerando os documentos com registros impressos em ambos os lados da folha.

Dentre os modelos de scanners profissionais, existem alguns que são indicados para média e alta produção, sendo a quantidade de PPM uma das variáveis para a definição de cada tipo.

Os scanners profissionais de média produção podem digitalizar de 70 a 95 páginas por minuto, dependendo do modelo. Já os de alta produção superam a quantidade de 100 páginas por minuto.

Há também os scanners profissionais indicados para pequenos e médios escritórios, que digitalizam de 20 a 70 ppm.

Imagem 1

Veja alguns dos modelos que se enquadram nessa categoria e descubra qual é o tipo de scanner ideal para as atividades diárias da sua empresa!

Scanner Portátil Kodak Scanmate i940: é um scanner compacto, capaz de digitalizar até 20 ppm, considerando desde documentos padronizados em folha A4 até materiais impressos de menor tamanho, tais como cartões de visita e carteiras de identidade.

Considerado portátil e pesando apenas 1,3kg, é perfeito para levar na bolsa e ocupa pouco espaço na mesa de trabalho, além de ser compatível com a maioria dos drivers de digitalização.

Scanner Kodak Scanmate i1150: este é um modelo que digitaliza 30 ppm que conta com a função turbo na qual a velocidade é 60% superior nas primeiras 10 folhas digitalizadas.

O display colorido com ícones customizáveis do i1150 é um diferencial que facilita a utilização do equipamento e a visualização do número de documentos digitalizados, bem como as condições apropriadas do papel na bandeja.

Scanner Wireless Kodak Scanmate i1190WN: é indicado para empresas que desejam aumentar a produtividade nas tarefas de digitalização, garantindo até 40 ppm.

Importante:o Scanmate i1190 é um scanner Wi-Fi que garante a digitalização e o envio de documentos a partir de qualquer local com acesso à internet via conexão Wireless.

O modelo oferece recursos de proteção de dados e de indexação, proporcionando ao usuário maior controle das informações a serem compartilhadas e preservadas em um software de gerenciamento eletrônico de documentos.

Scanner Kodak i2620: combina alta qualidade de imagem com a simplicidade de operação, otimizando o tempo das tarefas de digitalização e produzindo até 60 ppm. Ideal para a diminuição de pilhas de papel no escritório.

O i2620 garante aos usuários as condições perfeitas para o alto desempenho na conversão do impresso para o digital, sendo, portanto, um dos scanners profissionais mais potentes do mercado.

Scanner Kodak Scanmate i2820: o design compacto e a alta potência de operação são os diferenciais deste modelo, que digitaliza até 70 ppm.

Quanto à produtividade, o Scanmate i2820 é um equipamento dinâmico e estará sempre pronto para uso, já que não é necessário esperar o tempo de aquecimento para utilizá-lo!

É o scanner certo para atender às demandas de digitalização correspondentes aos serviços executados em escritórios de advocacia e instituições de ensino.

Funcionalidades

Todos os scanners descritos acima convertem os arquivos diretamente para PDF e possuem o recurso Perfect Page, que melhora a qualidade da imagem dos documentos na versão digital e evita o retrabalho com os serviços de digitalização.

Além disso, com a funcionalidade Smart Touch é possível organizar, anexar e enviar documentos em alta qualidade de imagem apertando apenas um botão!

Imagem 2.2

Chegamos ao fim deste artigo!

Viu quantas opções estão disponíveis para você aumentar a produtividade e a qualidade na conversão de seus arquivos para o formato digital?

Relacione o volume de documentos a ser digitalizado diariamente em sua empresa e simplifique os processos utilizando o tipo de scanner que atenda às demandas do seu negócio!

E agora que você já conhece alguns dos modelos de scanners mais indicados para escritórios de pequeno e médio porte, saiba como realizar o gerenciamento eletrônico de arquivos baixando o eBook “Guia Completo para Digitalização de Documentos”.

Esperamos que tenha gostado deste artigo. Acompanhe nossas publicações aqui no blog e compartilhe conosco suas dúvidas e sugestões nos comentários. Até a próxima!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Deixe seu comentário

Seu email nunca será publicado ou distribuído. Campos obrigatórios devem ser preenchidos *

*
*