Descubra como a modernização das impressoras impactou (e muito) a sua vida

16/03/2016
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Descubra como a modernização das impressoras impactou (e muito) a sua vida

Fernando, um empresário já experiente, pôde vivenciar um tempo onde a máquina de escrever reinava absoluta.

Nesta época ele trabalhava em um escritório como aprendiz, e sua função era a de datilógrafo. Uma profissão que ele sente muito orgulho de ter praticado e tido a experiência que poucos hoje em dia tiveram.

A evolução recente das tecnologias digitais trouxe grandes possibilidades de melhoria para a humanidade. Fernando que agora trabalha com Gerenciamento de Documentos Digitais, se lembra que no passado realizava a troca de “fitas de tinta” já desgastadas para poder completar a digitação de seu relatório em sua máquina de escrever.

Hoje podemos desempenhar várias atividades graças ao computador. Com o uso da internet, podemos realizar funções que antigamente não eram possíveis, como por exemplo trabalhar em casa.

Ao lado dessas evoluções que foram um marco para a humanidade, não podemos deixar de citar as impressoras que passaram por um avanço muito importante.

Sua invenção herda as tecnologias das máquinas de escrever, equipamento que foi de grande ajuda para Fernando no passado e que teve um papel muito importante antes da chegada dos computadores e impressoras no mercado.

Neste artigo, iremos abordar…

  • Mimeográfo, você sabe o que é isso?
  • Requisição de cópias de documentos
  • A substituição das máquinas de escrever por computadores e impressoras
  • Impressoras de impacto
  • Os primeiros equipamentos de impressão
  • O avanço das tecnologias de impressão
  • Tecnologias de impressão: Jato de Tinta e Laser
  • O que precisamos imprimir?
  • As impressoras jato de tinta
  • Saiba como funcionam as impressoras a laser e os toners
  • Limpeza das impressoras
  • Qual a diferença entre impressora de jato de tinta e impressora a laser?
  • Impressões monocromáticas
  • Qual a função de uma impressora?
  • Funções extras de uma impressora
  • Impressoras Multifuncionais
  • Saiba qual impressora você deve comprar

Mimeográfo, você sabe o que é isso?

800px-Mimeograph.svgSe você sabe o que é isso, você é da época onde as provas em salas de aula eram entregues com aquele cheirinho de álcool. Embora o mimeográfo fosse usado para outras cópias de documentos, este método de impressão marcou presença em escolas durante muitos anos até a popularização das impressoras.

Hoje em dia podemos observar que com o surgimento de novas tecnologias de impressão, a facilidade de acesso às informações impressas possibilitaram grandes avanços em todas as áreas, como escolas, orgãos públicos e empresas. Sem falar que havia muito desperdício de materiais com a utilização do mimeógrafo.

Requisição de cópias de documentos

Vamos imaginar que estamos na data de 1930, época em que não existiam computadores.

E para contextualizar esse cenário, vamos imaginar que em sua casa houve um pequeno descuido que o fez perder a certidão de nascimento de seu filho.

Para conseguir a 2º via era necessário ir até o órgão emissor e solicitar outra cópia. Esse processo levaria bastante tempo, pois no passado as tecnologias não estavam tão presentes como agora, o que dificultava todo o processo de entrega desse outro documento.

O atendente iria dizer para você voltar em outra data, outra semana ou mês talvez. Como o processo de documentação não era automatizado, não seria tão simples localizar o documento e imprimi-lo no mesmo minuto. Mesmo porque não existiam impressoras nessa época =D

Percebeu como todos esses pontos acima influenciaram e muito a vida de todos nós? Podemos dizer que não vivemos sem uma impressora? E para responder a essa pergunta podemos dizer que: depende. Pois com certeza em outras áreas as impressoras são fundamentais, devido a muitos negócios dependerem totalmente dela para sua existência.

A substituição das máquinas de escrever por computadores e impressoras

A substituição das máquinas de escrever por computadores e impressoras

A partir da década de 1990, com a popularização dos computadores e das impressoras no mercado, as indústrias de máquinas de escrever começavam a sentir a decadência de seu mercado devido a redução da demanda que ocorria.

As pessoas começaram a adotar os computadores e impressoras como alternativa mais eficazes para a produção e impressão de seus textos.

Durante muito tempo, essas máquinas foram presença obrigatória nas empresas mas com o tempo foram sendo substituídas.

A sociedade começava a perceber os avanços que essas novas tecnologias trouxeram e os benefícios que um computador oferecia para edição de um texto.

Junto a isso identificaram a extrema facilidade que uma impressora proporcionava, afinal era possível imprimir os documentos elaborados no computador e personalizar suas letras, fontes, tamanhos, e principalmente cores.

E se você precisasse imprimir em 1840?

Você já imaginou como seria imprimir algo no passado? Vamos fazer uma viagem ao tempo :)

Vamos imaginar que a data que você lê esse artigo seja de 1840.

Ok, você não estaria na frente do computador como agora, mas estaria lendo por meio de um jornal impresso talvez. Agora vamos voltar mais um pouco no tempo, na data de 1439. Nessa data a disseminação de informação era muito diferente.

Nessa época, foi Gutenberg que teve o mérito de proporcionar ao mundo a invenção da imprensa móvel. A data de 1439 foi marcada pela produção de impressos de livros do século XV. Esse marco foi de grande importância, pois favoreceu no período do Renascimento a circulação de ideias e conhecimentos de formas mais rápida.

Comparado ao passado, estamos na melhor época. Hoje vários avanços ocorreram com o decorrer do tempo e podemos observar o grande salto que as tecnologias de impressões tiveram.

Os primeiros equipamentos de impressão

Entre as primeiras impressoras que surgiram no mercado, foi a impressora de impacto que ganhou destaque nessa época.

Se você já utilizou uma máquina de escrever, você deve saber como é o conceito tecnológico de impressão desses equipamentos. A potência de impacto fornecida através de um “martelo” registra o carácter no papel devido a uma fita umedecida com tinta que fará pressão sobre a folha.

Podemos citar 3 tipos de impressoras de impacto:

  • De margarida;
  • Matricial;
  • De linhas.

Margarida – Esse nome surgiu devido aos caracteres do alfabeto estarem distribuídos em uma espécie de roda, o que faz lembrar uma margarida com pétalas em alto relevo.

Para tipos diferentes de letras era necessário trocar a margarida. Sua velocidade de impressão era de até 40 caracteres por segundo.

Matricial – As impressoras matriciais foram as impressoras que mais se popularizaram no passado. Com o surgimento de impressões mais aprimoradas, essas impressoras nos dias atuais ficaram em desuso.

Embora possamos encontrar essas impressoras em algumas empresas, a utilização deste equipamento trás algumas desvantagens para quem busca qualidade de impressão e velocidade.

De linhas – As impressoras de linha tinham uma certa similaridade com as impressoras margaridas. Essas impressoras apresentavam maior rapidez em sua parte mecânica de impressão e eram mais aconselhadas para aplicações industriais por imprimir de 80 a 132 caracteres simultaneamente.

Entretanto, essas impressoras apresentam muito barulho durante o funcionamento e qualidade bem inferior às tecnologias de impressões mais recentes.

O avanço das tecnologias de impressão

Citamos acima, os 3 tipos de impressoras que foram as mais comuns no passado. Atualmente encontramos outros diversos tipos, como impressoras 3D, à laser, jato de tinta, de estampas entre outras.

Como sabemos que há diversos métodos de impressão disponíveis no mercado para cada tipo de negócio, vamos abordar neste artigo a evolução da impressora em papel, que é o uso mais comum nos escritórios.

Tecnologias de impressão: Jato de Tinta e Laser

As tecnologias de impressão mais usadas no dia a dia em escritórios, escolas, e empresas são: Impressão por Jato de Tinta e Impressão à Laser.

Devido a isso, surgiu a necessidade de ter em seu ambiente de trabalho, uma impressora que oferecesse agilidade no momento de impressão.

Os modelos de impressoras wifi se destacaram neste momento no mercado devido sua facilidade de envio de documentos por rede sem fio.

Foi assim que as impressoras se adaptaram às novas tecnologias, e vem oferecendo a cada dia mais benefícios aos seus usuários.

Impressoras de pequeno porte – Essas impressoras são recomendadas para diversos tipos de necessidades. Esses modelos podem ser encontrados com as tecnologias Jato de Tinta e à Laser.

São impressoras recomendadas para escritórios pequenos e profissionais que trabalham em Home Office, pois oferecem uma ótima relação custo-benefício.

Impressoras profissionais – Esses equipamentos são recomendados para profissionais que trabalham com a impressão de muitos documentos diariamente e necessitam de agilidade, como por exemplo a função de imprimir frente e verso automaticamente.

Está gostando deste artigo? Clique em algum dos links e compartilhe com seus amigos 😉

O que precisamos imprimir?

O que precisamos imprimir?

Primeiro devemos analisar a quantidade de documentos que serão impressos. Depois devemos analisar qual a velocidade que iremos escolher.

Outro ponto de atenção é que se houver muitas pessoas utilizando a mesma impressora, é necessário um equipamento que tenha uma maior capacidade de armazenamento dos arquivos.

Se o que você irá imprimir somente em preto e branco, você pode usar uma impressora monocromática. Logo abaixo neste artigo, iremos abordar mais detalhes sobre o uso das impressoras monocromáticas.

O mercado conta hoje com várias opções no que se refere as tecnologias contidas em um equipamento de impressão. Entre estes itens podemos destacar:

  • Velocidade de impressão
  • Resolução
  • Memória armazenada
  • Formato de papel
  • Alimentação do papel
  • Cartuchos
  • Toners
  • Interface
Características Descrição
Velocidade de impressão Velocidade de impressão ou número de páginas impressas por minuto pode ser um fator decisivo para seu negócio. Por isso é importante saber qual será a quantia de impressões produzidas ao dia para a escolha de um equipamento ideal.
Resolução A resolução de impressoras digitais é medida em dpi (dots per inch — pontos por polegada). Será comum ver em modelos de impressoras resoluções como 600dpi ou superior.
Memória armazenada Refere se a quantidade de memória que é permitida a impressora armazenar os arquivos de impressão. Isto quer dizer que quanto maior for a quantidade de memória, mais a fila de espera de documentos suportará.
Formato de papel As impressoras por padrão suportam o tamanho de papel no formato A4, porém profissionais que lidam com papel em maiores dimensões diariamente, como: engenheiros, arquitetos, designers, estilistas precisam de uma solução para apresentarem seus projetos. Por isso as Multifuncionais A3 Brother imprimem projetos no tamanho A3 em diversos tipos de folha em alta resolução.
Alimentação do papel Geralmente é um modo de alimentação manual. Permite que seja inserido as folhas por meio de uma bandeja que as vezes pode ser vertical ou horizontal na parte de trás da impressora.
Cartuchos Um cartucho de tinta também é um periférico e sua velocidade é medida em linhas por minuto (L.P.M.). Esses cartuchos substituíram as fitas das impressoras matriciais que imprimiam letra por letra, caractere por caractere.
Toners Diferente dos cartuchos de tinta que possuem um liquido, o toner é uma tinta em pó usada nas impressoras a laser e fotocopiadoras para formar texto e imagens em papel.
Interface Refere-se as conexões com a impressora. As principais interfaces são: USB – Paralelo – Rede Wi-fi.

O que é um periférico? Periférico é a sua impressora ou scanner. O termo “periférico” aplica-se a qualquer equipamento ou acessório que seja ligado a um dispositivo. Exemplos de outros periféricos são: mouses, teclados, câmeras de vídeo, entre outros.

As impressoras jato de tinta

As impressoras jato de tinta são equipadas com um cabeçote com centenas de orifícios.

Estes orifícios lançam milhares de gotículas de tinta por segundo no papel. Formando o texto e as imagens que serão impressos.

O funcionamento das impressoras jato de tinta geralmente são com 2 cartuchos. Um cartucho colorido, composto pelas cores primárias (Cyan, Magenta e Yellow), e outro cartucho preto (Black). As cores presentes nos cartuchos formam a sigla CMYK, que é muito comum nas especificações dos modelos.

As impressoras jato de tintaVocê sabia? Qual a diferença de CMYK e RGB? RGB é baseado em luz e CMYK em pigmento. Você que usa uma impressora no seu escritório não precisa se atentar a isso, uma vez que esses padrões são mais para agências gráficas que trabalham com fechamento de arquivos e necessitam se preocupar com esses sistemas de cores.

Saiba como funcionam as impressoras a laser e os toners

As impressoras a laser, como o próprio nome diz, utilizam a tecnologia do laser para o envio das informações. Por meio de um feixe de raio laser é criada uma imagem eletrostática de uma página para impressão.

Este feixe é aplicado em um tambor e atrai a tinta especial em pó que é armazenada nos toners. Em seguida a tinta em pó é transferida para o papel formando a impressão

Saiba mais

Limpeza…

Embora algumas vezes as pessoas se esqueçam de dar atenção aos manuais do produto, este sempre informa sobre a importância e o cuidado que se deve ter com a impressora adquirida.

É fundamental ter ciência que um dos problemas mais comuns é referente ao descuido sobre a limpeza do equipamento, e não por algum problema técnico ou defeito que esse venha a apresentar.

Ter uma impressora em perfeitas condições permite que você obtenha excelentes resultados de qualidade em seus trabalhos.

Os cuidados com as impressoras permitem maior qualidade e aumenta o tempo de vida do equipamento

Tabela comparativa: Qual a diferença entre impressora de jato de tinta e impressora a laser?

Impressoras Jato de Tinta Impressoras a Laser
Equipamento com baixo investimento Equipamento com um pouco mais de investimento
Maior qualidade das cores oferecidas Impressão mais sólida, raramente proporcionará manchas ou deixará o papel desbotado
Cartucho com preço mais baixo, mas com menos rendimento Toner com preço mais caro, mas com maior rendimento
Menor velocidade de impressão Maior velocidade de impressão

Impressões monocromáticas

Se sua empresa possui um grande volume de impressões onde é necessário a impressão de textos em sua maioria preto e branco, a opção é ter uma impressora monocromática para economizar.

Uma curiosidade: Não é possível imprimir um elemento em branco em um papel preto, porque os cartuchos de tinta de uma impressora de jato de tinta não possuem a cor branca. Outra questão levantada é se o branco realmente seria uma cor? Se estivermos citando o branco na teoria óptica (física), que é o estudo das cores de luz, este branco é mais que uma cor: este será a soma de todas as cores. Resumindo, ao se tratar de cor luminosa, o branco não é cor.

Impressões monocromáticas

Qual a função de uma impressora?

Essa resposta é simples: imprimir.

Só que respondendo a essa pergunta e indo mais além, não podemos esquecer que o verdadeiro objetivo de uma impressora a laser ou jato de tinta é reproduzir fielmente a imagem de um documento, textos, imagens ou gráficos.

Essa reprodução também pode ser em preto e branco, como é o caso de impressoras monocromáticas.

Funções extras de uma impressora

Funções extras de uma impressora

Não poderíamos deixar de citar aqui as Impressoras Multifuncionais, que tem o papel de digitalizar, fazer cópias, mandar fax e se conectarem a redes Wi-Fi.

Com certeza, uma das melhores contribuições para a tecnologia foi a rede sem fio. Através de redes Wi-fi é possível enviar documentos de texto que estão armazenados no celular para uma impressora que esteja na rede, tudo isso de maneira rápida e descomplicada.

Você tem uma experiência agradável de usabilidade quando percebe que é possível compartilhar seus documentos de impressão de qualquer aparelho, de qualquer lugar a qualquer momento.

Impressoras Multifuncionais

Com uma Impressora Multifuncional, ainda é possível ter acesso ao envio e recebimento de fax, pois o equipamento suporta ainda essa tecnologia. Uma sugestão para quem ainda faz uso do fax e precisa trabalhar com o mesmo, é usar uma Impressora Multifuncional: a Multifuncional Brother MFC-L2740DW.

No começo deste artigo abordamos o uso da máquina de escrever com o passar dos anos. Seguindo a mesma linha de desuso, o fax ficou para trás. Isso se deu devido a novas tecnologias que surgiram.

A ideia da criação do fax ocorreu em 1843 e foi patenteada por Alexander Bain, que consistia em transmitir e reproduzir documentos a longa distância por meio de uma linha telefônica.

Com a popularização dos scanners, o fax foi perdendo seu espaço no mercado para os scanners que permitem a digitalização das imagens e o envio por e-mail em conexões com a internet. Leia nosso artigo sobre Por que escolher Scanners Profissionais? e entenda mais sobre o gerenciamento eletrônico de documentos.

Uma das maiores vantagens das impressoras multifuncionais é a digitalização de documentos, ou seja a função scanner. Mas é importante destacar que esta vantagem se aplica para profissionais com baixa demanda deste tipo de trabalho.

Caso você seja um profissional da área jurídica por exemplo, aconselhamos que você leia este artigo que explica o porque você deve deixar de usar uma Multifuncional e usar um Scanner Profissional no seu dia a dia.

Está gostando do artigo? Então compartilhe este post com seus amigos 😉

Não fique com a impressão errada, saiba qual impressora você deve comprar

Seja qual for sua escolha, analise bem suas necessidades antes de fazer uma compra. Desta forma, você economiza em diversos meios como:

  • Energia elétrica;
  • Papel e tinta;
  • Suprimentos;
  • Contribui para o meio ambiente.

A Netscan Digital conta com a parceria de marcas fortes, dentre elas a Brother, multinacional de origem japonesa que disponibiliza ao mercado uma ampla linha de impressoras e multifuncionais

Se você está decidindo qual impressora deve comprar, recomendamos que leia o artigo Impressora ou multifuncional? Saiba qual escolher

Que tal alugar uma impressora?

Que tal alugar uma impressora?

Muitos empreendedores estão optando pela locação de impressoras e scanners, devido a projetos e negócios com prazos determinados. Essa é uma ótima maneira de ter equipamentos profissionais e protegidos contra a obsolescência.

O diferencial disso tudo é que no final das contas, alugar ao invés de comprar resulta em menores custos.

Hoje em dia é possível locar equipamentos de diversas áreas tecnológicas. Com isso, a locação de impressoras também se tornou viável.

Fique por dentro

A Netscan Digital, sabendo das necessidades de seus clientes, acompanhou esse processo tecnológico para oferecer equipamentos de altíssima qualidade, robustez e tecnologia de ponta.

Você pode solicitar um orçamento de locação de impressoras aqui.

Conclusão

Mostramos para você que mesmo depois de tantos avanços as impressoras continuam sendo ótimas companheiras no cotidiano de cada um de nós. Isso se deve as tecnologias que andam lado a lado e que nos ajudam, seja por meio de aumento de produtividade, ferramentas que agilizam a rotina do dia a dia entre outras.

Se você gostou de saber um pouco da história das impressoras, confira os 5 motivos do porque ter uma impressora é importante.

Você também pode nos seguir em nossa Fanpage e acompanhar as postagens diárias sobre dicas, tutoriais e atualizações de nosso Blog.

Até a próxima!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Deixe seu comentário

Seu email nunca será publicado ou distribuído. Campos obrigatórios devem ser preenchidos *

*
*

  1. Marcela disse:

    Impressora para mim foi a maior invenção da atualidade; ela é mágica !
    A minha Impressora atual é Canon MG2400, é nova, estando muito satisfeita com ela. (É doméstica).

  2. Prezad@s,

    gostei da referência ao mimeógrafo, mas, no Brasil, ele não foi somente utilizado nas escolas, de modo a lembrá-lo como uma ferramenta essencial. Os Cartórios de Notas utilizavam essa antiga ferramenta para reprodução de documentos e expedição de certidões, numa época em que não existia a máquina de “xerox”.

    Antigamente, os atos eram escritos à mão nos livros notariais. Era possível pedir uma certidão deste ato, que poderia ser datilografada ou não, a depender do pedido. As reproduções eram feitas através do mimeógrafo ou da “gelatina”.

    O mimeógrafo não era a única ferramenta de reprodução. A “gelatina” também era utilizada.

    Com relação ao surgimento dos primeiros computadores nos escritórios e empresas brasileiras, não foi a partir da década de 1990, mas, sim, da década de 1980. Não era incomum, em meados e, em especial, no final desta década, encontrar estações de trabalho com micros compatíveis com a linha dos microcomputadores Apple II e TRS-80, conectados a impressoras matriciais. Na realidade, no final da década de 1980, já era possível encontrar computadores compatíveis com a linha IBM/PC, em microempresas e escritórios, sem falar nas indústrias e médias/grandes empresas.

    Abraços!

    1. Netscan Digital disse:

      Dr. Rodrigo.

      Muito obrigado por sua rica contribuição!

      Fizemos um ajuste no parágrafo onde, na verdade, tratamos da popularização dos computadores ocorrida na década de 1990.

      Forte abraço.